Espaço Publicitário

domingo, 22 de maio de 2016

Resumo da Disciplina Prática Profissional: Linguística Aplicada


A Linguística Aplicada (LA), não se limita aos estudos da linguagem, mas ultrapassa as zonas fronteiriças de diferentes disciplinas.
Inicialmente entendida como um apêndice da Linguística, a LA nasceu como uma disciplina voltada para os estudos sobre o ensino de língua estrangeira e hoje se configura como uma área imensamente produtiva, responsável pela emergência de uma série de novos campos de investigação transdisciplinar, de novas formas de pesquisa e de novos olhares sobre o que é ciência. Diante do reconhecimento da importância da LA, hoje há no país muitos programas de pós-graduação que focalizam seus estudos nessa área, além do grande interesse em incluir a disciplina LA nos cursos de graduação.
A partir das investigações de Ferdinad de Saussure que houve uma sistematização dos estudos da linguagem humana, motivo pelo qual esse pesquisador é tido como precursor da Linguística.
Então, a partir dos estudos de Saussure, cuja corrente linguística é denominada Estruturalismo, a Linguística passou a ser considerada ciência. Outros grandes nomes juntaram-se ao de Saussure e se preocuparam sobre os estudos linguísticos, tais como Noam Chomsky, precursor do Gerativismo e Jakobson, no Funcionalismo.
Saussure estudou a linguagem por meio de dicotomias, ou seja, de conceitos a partir de duas partes, não necessariamente contrárias, porém, distintas, conhecidas como as dicotomias saussureanas: a língua, em relação à fala; o significado em relação ao significante (o signo linguístico e sua arbitrariedade); a sincronia em relação à diacronia; e o paradigma em relação ao sintagma. Vale ressaltar que, para o estruturalismo, a linguagem era vista de fora para dentro, ou seja, considerava-se a influência do fator externo.

Dicotomias Saussureanas
Sincronia e Diacronia
Sincronia: análise linguística em relação ao um ponto específico. Diacronia: análise linguística em relação a fatos históricos.
Língua e Fala
Língua: coletiva, social e sistemática. Fala: particular e assistemático.
Significante e Significado
Significado: ideia que a imagem acústica representa. Significante: imagem acústica do som.
Paradigma e Sintagma
Paradigma: é pelo eixo paradigmático que escolhemos as palavras que serão usadas. Sintagma: estabelece uma ordem, com base nas relações da língua. É o sintagma que mostra o que devemos dizer.

Chomsky, expoente do Gerativismo, por sua vez, diferentemente de Saussure, via a língua como algo inerente ao ser humano, ou seja, a língua era inata, e já se nascia com o que denominava “Faculdade da Linguagem”. Para tal pesquisador, a linguagem tem dois princípios: a competência, que seria o conhecimento inato que todos possuímos e o desempenho, que seria o uso de tal conhecimento. Já os Funcionalistas abordam a função da linguagem, e as variadas formas que podemos usar para realizar tal função. Por exemplo: “olá”, “oi”, “como vai?” “Tudo bem?” “Beleza?” – são exemplos de diferentes formas que podem ser usadas para a função de cumprimentar.
Após o Estruturalismo, surgiram correntes linguísticas consolidadas por Chomsky, Jakobson e Bakhtin, que contribuíram muito para o estudo da linguagem. 
Em relação às contribuições linguísticas de Noam Chomsky: acredita que a linguagem é inata; Divide a gramatica em três componentes, central, interpretativo semântico e interpretativo fonológico.
Em relação às contribuições linguísticas de Mikhail Bakhtin: criou o conceito de dialogismo; diz que a língua é análise das manifestações do ato da fala e acredita que a língua é um fenômeno social, histórico e ideológico.
Em relação às contribuições linguísticas de Romam Jakobson: acredita que a sincronia é dinâmica; sua teoria é baseada nas funções da linguagem; segundo ele a função poética é centrada na própria mensagem.
____________________________________________________________________

A linguagem, segundo o Interacionismo, é um lugar de interação e de interlocução. Baseadas nas concepções dos estudos de Vygotsky, é permitido visualizar uma relação dinâmica e constitutiva entre o sujeito e a linguagem, bem como voltar a atenção para os sujeitos e suas histórias individuais de relação com a linguagem.
No Interacionismo, a linguística passa a estudar a língua como forma de interação e busca da importância do usuário na sua relação de interlocução com o outro (sua intenção e reconhecimento dessa intenção pelo ouvinte).
Dentro da abordagem interacionista da linguagem, é importante destacarmos a abordagem sócio interacionista. Essa teoria mostra que a linguagem tem uma função central no desenvolvimento cognitivo e, com a aquisição da linguagem, modificam-se todos os processos mentais. A linguagem torna-se, assim, fator de interação social.
A linguística deve estudar o fenômeno da interação verbal, afinal a língua não é só um signo linguístico, pois envolve os falantes que expressam ideias, pensamentos e intenções em diversos contextos sociais. Sendo assim, a língua é ação, trabalho coletivo dos falantes.
Na concepção interacionista da linguagem, usuários são sujeitos ativos, fazendo parte da construção do discurso. Portanto, um texto é construído na atividade interativa da língua.

Teorias da aprendizagem na Linguística:
Inatismo: assume que o aprendizado da linguagem independe da cognição e de outras formas de aprendizado.
Empirismo: conhecimento, inclusive o linguístico, provém unicamente da experiência.
Interacionismo: desenvolvimento da linguagem e do pensamento tem origens sociais externas, nas trocas comunicativas entre crianças e adultos.

Semiótica é a ciência que estuda todas as formas do homem se comunicar, abrangendo as formas verbais e não verbais.
____________________________________________________________________

A escola atual deve considerar as diferenças linguísticas dos estudantes, personagens ativos no processo de ensino e aprendizagem.
Em relação à seleção de material didático, além dos conteúdos voltados aos diferentes gêneros textuais com abordagens referentes a aspectos morfológicos, sintáticos e semânticos, espera-se que o livro contemple outros pontos, tais como compreensão do processo textual, diferentes registros, desenvolvimento de identidade cultural, entre outros. Importante, também, é a abordagem interdisciplinar de temas considerados transversais, como, por exemplo, a ética, o meio ambiente, a pluralidade cultural, a saúde, a orientação sexual, o trabalho e o consumo.
A seleção do material didático é um importante meio pelo qual o docente pode desenvolver suas ferramentas de ensino, englobando diferentes tipos de atividades para o desenvolvimento da interação comunicativa do aluno.
O material também deve apresentar conteúdos que estimulem as ideias, sendo um importante recurso para uma aprendizagem direcionada.
Enfim, o livro didático deve ter conteúdos voltados aos diferentes gêneros textuais. Abordagens referentes a aspectos morfológicos, sintáticos e semântica, unidos à compreensão do processo textual. Conteúdo interdisciplinar de temas considerados transversais, como, por exemplo, a ética, o meio ambiente, a pluralidade cultural, a saúde, a orientação sexual, o trabalho e o consumo. Deve distribuir adequadamente os itens gramaticais segundo níveis compatíveis de competência linguística e compatibilizá-los com as necessidades dos alunos. Conteúdos temáticos diversificados, de interesse genuíno para os aprendizes, abordados numa perspectiva intercultural, ou seja, grupos são representados e/ou problematizados com referência a gênero, etnia, classe social, profissão, faixa etária, deficiências, etc.
____________________________________________________________________

Referências

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental.  Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa.  Brasília: MEC/SEF, 1997.  V.2.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental.  Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa.  Brasília: MEC/SEF, 1997.  V. 10.1.

FIORIN, J. L. Linguística? O que é isso?. São Paulo: Contexto, 2013

SOUZA, A. R.P.; BATISTA, F. A.; e MÉLO, F. M. Teorias Linguísticas III. Campina Grande: EDUEPB, 2012.


Para acessar o arquivo em pdf clique aqui.



Elaborado por Anielle Botto

Nenhum comentário:

Postar um comentário